18.8.16

A menina escreve?

Há dias, tive de preencher um formulário à mão e deparei-me com uma triste realidade: já não sei escrever. A dificuldade com que pari meia dúzia de palavras e assinei o meu nome é vergonhosa. Estaremos demasiado formatados para o smartphone, tablet e computador? Estará a caneta, efectivamente, a extinguir-se? Ou seremos apenas uns calões comodistas?

 

Sempre adorei escrever. Em miúda, era raro o dia em que não chegava a casa com a mão cagada de tinta ou grafite. Sou canhota e, como tal, além de redigir, puxava lustro às composições com a lateral da mão, estranha e confortavelmente repousada no caderno pautado, argolado à esquerda, claro.

 

Sentada no inevitável lado esquerdo da secretária, para não haver cotoveladas desnecessárias, ali estava a menina que escrevia, escrevia, escrevia. Na faculdade, lá estava a menina, toda torta, na cadeira de pala montada para destros. Folhas de teste a sair que nem pãezinhos quentes para a menina que escrevia como se não houvesse amanhã.

 

A puta de uma declaração, com não mais do que cinquenta caracteres de preenchimento, foi mais difícil de concluir do que a corrida de São Silvestre.

 

Este post foi escrito originalmente num pequeno moleskine, de capa cor de rosa, bem paneleira, enquanto aguardava pelo dentista. Não é o post mais emocionante do mundo mas, pelo menos, é fruto de um esforço sincero de contrariedade à invalidez que tentou chegar às minhas mãos. Borrão de tinta na mão esquerda: orgulhosamente conseguido. Tau.

publicado por ARA às 00:30
link do post | comentar | favorito (1)
4 comentários:
De Marta Elle a 18de Agosto de 2016 às 08:47
Escrever à mão é uma atividade importante porque treina a nossa motricidade fina que é útil para várias coisas, nomeadamente, tirar um comprimido da lamela, enfiar uma linha no buraco da agulha e tantas outras que nem nos apercebemos.
De ARA a 19de Agosto de 2016 às 10:54
Sem dúvida, Marta. Estou a esforçar-me para treinar essa actividade. Obrigada pelo comentário.
De CC a 18de Agosto de 2016 às 18:32
Sabes sim. Tão bem, ou melhor, do que antes.
Continua. Divertes-me. E, cá pr'a nós, canhotas, ninguém sabe o charme que os borrões de tinta nos dedos têm.
De ARA a 19de Agosto de 2016 às 10:54
Obrigada, minha linda, charmosa, de borrão no dedo :D

Comentar post

Seguir no SAPO


ver perfil
seguir perfil

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

grande animação! ;)
Se foi essa tragédia toda por causa de uma venda n...
Hmm, eu pensei que não valia a pena por Billy ou B...
Nunca imaginei que um simples anúncio poderia prov...
Obrigada, mami! Graças a elas, há material para po...

Posts recentes

Deixe o amor entrar*

Do Barril

Das leis do Universo

A Guerra dos Tronos

A menina escreve?

Arquivo

Novembro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Janeiro 2013

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Mais comentados

subscrever feeds